Numa altura em que anda meia blogosfera a lampejar piropos à Nigella Lawson, convém ter sempre disponibilidade para recordar a “clássica”.

Anúncios