Dediquei alguns minutos a ver o ajuntamento de moços de Queirós a jogar com esse colosso do futebol mundial que dá pelo nome de Bósnia e Herzegovina. Como me confrange a incompetência e a incapacidade para assumir cargos e tarefas, Queirós (ou Queiróz, depende das marés) não merece levar os moços ao mundial.

A melhor forma de não passar por vergonhas é ficar em casa.

PS: Mesmo que Queirós (ou Queiróz) desfrute de um megalómano ocaso probabilístico na próxima 4ª feira e consiga levar os moços ao Mundial, já defini o meu apoio para África do Sul 2010.

Anúncios