Quando um partido político apresenta orgulhosamente  “independentes” nas suas listas a eleições, não deixa parecer que tem um pouco de vergonha nos militantes que por lá pululam?

Anúncios